HOME A CLÍNICA TESTE DE ESTRESSE CURSOS PREÇOS/SERVIÇOS PROMOÇÕES DEPOIMENTOS DÚVIDAS CONTATO ARTIGOS QUEM SOMOS
 
 

Artigos Publicados

A massagem pode ajudar na TPM
Acupuntura em domicílio
Acupuntura no tratamento de Alzheimer
Acupuntura, será que funciona?
Analgésico e a Massagem
Analgésico e a Massagem
Aromaterapia e Massagem
Auto massagem no banheiro
Benefícios da Massagem (Parte 1)
Benefícios da Massagem (Parte2)
Benefícios da massagem para idosos
Benefícios da massagem para idosos - Mitos
Benefícios da massagem para idosos - Postura e Habilidade
Benefícios da massagem para idosos parte2
Caimbra e massagem
Como lidar com o estresse
Como seu cão pode afetar a sua coluna
Contato com a pele
Contra-indicações da Massagem
Crianças aprendem massagem na escola na Suécia
Diga adeus a celulite
Dor no pescoço
Drenagem linfática benefícios e contra-indicações
Dúvidas freqüentes sobre massagem
Edemas tratados com drenagem linfática associados a acupuntura acelaram o resultado
Efeitos Terapêuticos da Massagem
Endermologia realmente funciona?
Ergonomia
Estiramento no pescoço
Estresse na empresa? Previna-se!
Fibromialgia, afinal o que é isto?
Foco no funcionário
História da massagem
Massagem a domicílio
Massagem ajuda a reduzir a enxaqueca
Massagem ajuda a reduzir a enxaqueca
Massagem ajuda portadores de mal de parkinson
Massagem ajuda reduzir pressão alta
Massagem e a Convenção sobre Câncer em Los Angeles
Massagem eqüina
Massagem no chuveiro a dois (parte 1)
Massagem no chuveiro a dois (parte 2)
Melhor do que a "paradinha" para o café
Moxa ou Moxabustão
Paralisia cerebral e a massagem
Pedras Quentes
Pesquisas Sobre os Efeitos da Massagem
Pontos de gatilho e a massagem
Proteja sua coluna cuidando da postura
Quick Massage
Reflexologia
Terapias de contato ajudam crianças sem lar
Teste de Estresse
Teste de Estresse
Teste de Stress!

 

 

Reflexologia

 

O pé é um micro-sistema que representa o corpo todo? 
Os reflexologistas dizem que isto é  verdade e que a pressão em diversos "pontos reflexos" ao longo do pé aliviam sintomas em qualquer outra parte do corpo.

Embora eles não prometam a cura da causa fundamental, eles acreditam que sua técnica pode aliviar uma grande variedade de problemas relacionados ao estresse assim como dores de cabeça (tanto causadas por tensão ou enxaquecas), síndromes pré-menstruais, asma, desordem digestivas, condições da pele tais como acne e eczema, dores crônicas de origem ciática e artrites. A reflexologia  é também algumas vezes usada para sintomas neurológicos como os vistos em esclerose múltipla.

Embora um número de pequenos estudos e pesquisas parecem realmente demonstrar que a reflexologia pode ajudar em problemas tais como dores de cabeça e contenção urinária, não existe maiores acompanhamentos clínicos para verificar sua base teórica. É recomendado, mesmo pelos seus defensores, apenas como uma terapia conjunta às terapias convencionais e não como substituta.

Como os tratamentos são realizados?

Diferente da massagem onde estão envolvidos movimentos generalizados de pressão, alisamento entre outros, os reflexologistas usam suas mãos para aplicar pressão a específicos pontos do seu pé.
Normalmente você permanece totalmente vestido, sentado com suas pernas numa posição onde eles ficam elevadas ou deitado sobre uma maca. O reflexologista pode colocar talco ou loção no seu pé para facilitar a manipulação.

Depois de gentilmente massagear seu pé, o reflexologista começará aplicando pressão aos pontos reflexos que correspondem ao seu problema de saúde. Ele irá tratar primeiro um pé, depois o outro. Alguns acreditam que é mais positivo começar como pé esquerdo. Não é necessário nenhum instrumento mas alguns praticantes usam dispositivos tais com ponta de borracha para aplicar pressão. Se você tem problema nos pé, tais como grandes calosidades ou  "olho de peixe", talvez o reflexologista encaminhe você a um podologista para tratamento. Embora a grande maioria dos reflexologistas trabalhem apenas com os pé (um pequeno número trabalha com as mãos) eles não tratam problemas de pés como calos, micoses etc.

Você também pode aprender a fazer reflexologia em si mesmo, desde que o seu reflexologista lhe ensine a técnica mais apropriada para o seu problema.

Normalmente as sessões duram de 30 a 60 minutos.
No início as sessões são realizadas 1 ou 2 vez por semana. Depois das primeiras semanas as sessões podem passar a ser quinzenal. 

O que esperar do tratamento?

É bem provável que você veja no consultório do seu reflexologista um mapa mostrando as partes do corpo que correspondem a várias zonas do pé. A reflexologia ensina que os polegares correspondem a cabeça e ao pescoço a parte carnuda do pé corresponde ao peito e pulmões, o arco correponde aos orgãos internos, o calcanhar ao nervo ciático e área pélvica e o osso ao longo da curvatura do pé corresponde a espinha.
O lado direito do corpo é tem pontos reflexos no pé direito e o lado esquerdo do corpo tem pontos reflexos no pé esquerdo.

A idéia de que manipular os pés pode melhorar a saúde não é tão nova assim. Pictografia antigas mostram Egípcios massageando seus pés enquanto textos antigos e ilustrações mostram chineses, japoneses e indianos todos trabalhando em seus pés para combater doenças. No entanto, os diagramas que conhecemos hoje, associando várias partes do pé a específicas partes do corpo tiveram início por volta de 1900 quando Dr. William H. Fitzgerald desenvolveu um sistema chamado "terapia de zona". Em 1930, Eunice Ingham, uma enfermeira e fisioterapeuta que usava a "terapia de zona", refinou  este sistema identificando áreas especialmente sensíveis que ela chamou de "pontos reflexos" e foi criando um mapa do corpo representado nos pés.

A terapia de zona era usada originalmente apenas para dor,  mas Ingham descobriu que alternando a pressão em diversos pontos poderia atingir outros efeito terapêuticos.
Em 1938 ela publicou um livro descrevendo suas teorias. O sobrinho de Ingham, Dwight Byers, continuou seu trabalho e agora é considerado uma autoridade de liderança neste campo.

Em seus anos iniciais a reflexologia foi ensinada de forma muito parecida à forma tradicional de acupuntura chinesa. Os praticantes tinham com eles que a força da vida ou energia vital fluia através de canais partir dos pés para todos os órgãos do corpo e que qualquer bloqueio neste fluxo iria no final acarretar em uma disfunção ou doença. A estimulação dos pontos reflexos no pé poderia, eles acreditavam, quebrar este bloqueio do fluxo ao longo dos canais.

Nos dias de hoje, muitos reflexologistas sugerem outras explicações para os efeitos da terapia. Alguns dizem que a manipulação dos pés reduz a quantidade de ácido láctico nos tecidos ao mesmo tempo que liberam pequenos cristais de cálcio acumulados nas terminações nervosas dos pés, com isto faríamos com que o fluxo de energia dos órgãos se restabelecesse.
Outros especulam que a pressão nos pontos reflexos pode desencadear a liberação de endorfina, substância química gerada naturalmente pelo cérebro que bloqueia a dor.  Outros praticantes relacionam os benefícios da terapia a resposta de relaxamento que abre os vasos sangüíneos e melhoram a circulação. Outros creditam os efeitos da terapia a um efeito desintoxicante, sugerindo que a manipulação dissolve os cristais de ácido úrico que estão depositados nos pés.

Mesmo que nenhuma destas explicações  - desde a liberação da energia vital até a liberação de endorfina - tenham sido cientificamente verificadas, a reflexologia parece produzir resultados satisfatórios para um número surpreendente de pessoas. É consenso de que temos mais de 25.000 praticantes da reflexologia no mundo todo.

Quem deve evitar este tipo de tratamento?

Como auxiliar a outras formas de tratamento, a reflexologia é geralmente considerada bastante segura. No entanto, se você tem feridas ou coágulos, trombose, flebites, úlceras ou outro tipo de problema vascular nas pernas, você deve discutir primeiro com seu médico o uso ou não da reflexologia.

Informe ao seu reflexologista se você usa marca-passo ou se tem cálculo biliar, pedras nos rins, sabendo destas informações, ele saberá que deve evitar estimular certas áreas dos pés.

Se você está grávida converse com seu obstetra que você pretende fazer este tipo de tratamento e caso ele a autorize, informe seu reflexologista do seu estado, visto que algumas evidencias sugerem que a estimulações vigorosas nos pés pode induzir à contração uterina.

Quais são os efeitos colaterias?

Não são conhecidos efeitos colaterais para o tratamento de reflexologia.

 

 

 

                                                                                                   
                                                                                                                 HOME  |  QUEM SOMOS  |  BUSCA  |  CONTATO  |  COMO CHEGAR                                                                               
     

 
Ponto Zen - Massagem Terapêutica e Acupuntura - Rua Vergueiro, 1883-Cj32 -(Metrô Paraíso)-Fones: (11)5572-7684 ou (11)99732-9272 (Vivo) Contato: contato@massagem.net