Rua Chui 147 (Metrô Paraíso) - SP | (011) 5572-7684 / 99732-9272
09h às 22h (Seg-Sex) | Atendimento somente com horário agendado
Aceitamos cartões | Estacionamento | Acessibilidade

Mitos da massagem em idosos

idoso_massagem_peito

Mitos da massagem em idosos

Mito número 1: Idosos têm vergonha de seus corpos… 


No primeiro dia que em que encontrei Frieda, 92, uma aposentada do Conselho da Mulher,  entrou na sala de casa de cabeça em pé e sorridente, tirou seu roupão e caminhou, nua, em minha direção e disse:
“Olhe meus quadris”
“Você consegue ver que um lado está mais baixo do que o outro?”

Betty, 85, normalmente vem para suas sessões de massagem descalça, usando um roupão azul-claro sobre seus roupas de baixo.  “Por que eu deveria me preocupar em usar roupas, já que para me vestir ou me despir demora tanto?”.
Ela retira seu robe e “joga-o” (literalmente) no sofá, retira sua prótese do seio e seu sutiã e joga-os sobre o sofá e sobe na maca para receber massagem, com sua cicatriz da mastectomia totalmente à amostra e diz “Ah, eu não via a hora de receber a minha massagem…”

Por outro lado, alguns pacientes são mais modestos. Eu sempre cubro meus pacientes com um lençol (e um cobertor, quando necessário) e descubro apenas a área que será massageada.

Mito número 2: Idosos não sentem mais prazer…

Justin, 87, uma Patologista aposentada, mãos sensíveis, sempre me pede para trabalhar suas mãos por um tempo mais prolongado. “Ah!!!”, diz ela suspirando, “É fantástico quantas sensações a mão da gente nos trás. Quando você massageia minhas mãos, eu sinto toda a tensão do meu corpo indo embora. É incrível!!”

Com oitenta e dois anos, Sarah revelou sua sensualidade e seu amor pela música e pela massagem. Uma vez eu estava realizando effleurage na parte anterior da perna, enquanto estávamos ouvindo uma canção de Richard Tauber. Ela ficou em silêncio e com uma expressão de contentamento estampada em seu rosto. De repente ela abriu os olhos e disse “Você consegue sentir isto?”, ela perguntou num tom de exclamação, “É tão maravilhoso…”.

Eu fiquei imaginado, será que ela disse sobre a massagem ou a música?

E como se ela tivesse lido meus pensamentos ela disse: “Eu sinto esta música maravilhosa penetrando em minha pele, da minha cabeças às pontas dos meus pés, é como um banho!”

Muitos idosos tem uma percepção muito aguçada. Se eles perderam a visão ou a audição, sua sensibilidade ao toque é ainda maior. Para aqueles que raramente são tocados, a massagem pode trazer lágrimas de gratidão ou a liberação de memórias somáticas.

Mito número 3: Idosos são frágeis e delicados…

Recentemente, eu conversava com uma pessoa sobre meu trabalho de massagem com idosos e ela me disse “Ah, Eu tenho muito receio em tocá-los. Eu tenho medo de machucá-los.”

Sarah, assim como Elizabeth, que já mencionei no início deste artigo, sempre quiseram massagem mais profunda e um trabalho mais pesado, especialmente ao redor do pescoço, ombros e na parte superior das costas. “Você NUNCA pressiona forte demais”, ela diz quando eu pressiono meus polegares no músculos dos ombros.

Dorothy, por outro lado, tem uma pele super sensível em suas mãos, braços e pés. Uma massagem mais profunda se torna dolorosa para ela. Ela fica marcada muito facilmente, assim eu evito as regiões mais dolorosas e trabalho de maneira mais profunda nas partes menos sensíveis onde ela aprecia um pouco mais de pressão.

Sempre lembrando que a preferências pessoal, com relação a intensidade das manobras de massagem de cada um dos meus pacientes idosos (ou não) é  sempre respeitada.

POSTURA E HABILIDADES PARA A MASSAGEM EM IDOSOS

Author Info

AdminPontozen

No Comments

Escreva seu comentário